quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Futuro

--- Daqui a pouco vai acabar...
--- Eu sei...
--- E o que fazemos?
--- Aproveitamos.
Um brinde àqueles que acreditam que dois mil e nove pode, sim, ser melhor que dois mil e oito. Apesar da crise econômica.
Um brinde àqueles que tem fé e lutam pra conseguir aquilo que desejam, mas que nem por isso pisam nas pessoas.
Um brinde àqueles que tem um sorriso de criança, um corpo jovem e uma cabeça adulta, e que sabem o que fazer com cada um.
Um brinde àqueles que começam esse ano com o pé direito;
Um brinde à todos nós, que vamos entrar em 2009 com a esperança da melhora, em paz com o passado, os olhos brilhando de saudade de quem não pôde estar ali, os ouvidos trancados às más línguas, a boca aberta num sorriso, a coragem de lutar contra os errados e ajudar os desfavorecidos. A justiça, a honra, o amor. Um brinde àqueles que acreditam no amor. Quem vão, acima de tudo, amar em 2009. Nem que seja somente seu cachorro.
Um brinde à nós.
Feliz 2009, com muita paz, muita luz, saúde, sucesso, progresso, dinheiro no bolso, amor, paixão, vitalidade, justiça, verdade... E felicidade de sobra!
Que vocês realizem seus sonhos e alcancem seus objetivos.
Um brinde, senhoras e senhores!
Um brinde ao recomeço!
Tim tim!
Beeijos, Jaqueline.

Presente

Se precisasse dar uma nota pro ano de 2008 de zero à dez, meu Deus, daria um sete (no máximo). Claaroo que aconteceram coisas boas, coisas ótimas, coisas inesquecíveis, até. Mas muitas, muitas coisas chatas. Coisas que me fizeram me acabar de tanto chorar. Faz parte? Sim, faz. Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi. Hhahah Certo? Certo. Sem dúvidas. Mas podia ter sido melhor, combinemos. Demos um sete e meio (7,5) então ;D. ~~> Dúvida de ano novo?! Simples: com que (cor de) roupa eu vou?
Branco: Paz, calma e pureza.
Preto: Mistério, fantasia e luxo.
Bege: Calma e passividade.
Vermelho: Paixão e sentimentos intensos.
Verde: Saúde, frescor e esperança.
Amarelo, laranja e dourado: Prosperidade.
Azul: Fidelidade e paz de espírito.
Castanho: Maturidade e responsabilidade.
Roxo: Prosperidade e respeito.
Lilás: Espiritualidade e intuição.
Rosa: Sensualidade e romance.
Salmão: Harmonia plena.
Prata: Modernidade, novidade e inovações.
Na dúvida, vai de branco mesmo. É impossível errar. O importante é você saber que 2009, e todos os outros, só depende de você pra ser ruim, regular, bom, ótimo, perfeito ou inesquecível. ~~> Beeijoos, Jaqueline.

Passado

"Peguei a caixa e sentei no chão. Afastei a cama e o tapete pra dar espaço. A caixa. Grande, pesada. Encapada com letras miúdas dum jornal qualquer. Levantei a tampa e a pus de lado. Me arrepiei só de pensar que estava mexendo naquilo de novo. Sempre prometo que vou largá-la, esquecê-la. Quem sabe até jogá-la fora, um dia. Dentro da caixa, outra caixa, menor. Era vermelha, de papelão, dum presente que minha mãe ganhou. Ao redor da caixa velhos desenhos, aquele meu colar de bruxinha de biscuit, aquela correntinha arrebentada, a concha que sobrou do par, o ursinho que, num aperto, dizia que me amava. Peguei a caixa vermelha. Um material resistente aquele. Havia colado na tampa vários corações adesivos e escrito meu nome. Peguei-a e assustei com o peso das palavras. Eram tantas cartas que ela mal fechava. Cartas escritas por mim mas que nunca encontraram seu destino. Cartas de amigas, de amigos, de amores. Cartas que guardo pra lembrar de tudo o que vivi e lembrar que ainda há muito a ser vivido. Aquela saudade de certas coisas. Arrependimento jamais. Uma coisa que aprendi nos últimos anos é que devemos ter orgulho de tudo o que fazemos e levantar a cabeça diante dum erro de percurso. Nunca me arrependo do que faço, mas sim do que deixei de fazer. Pois os erros que cometi me serviram de lição. Então serviram." ~~> ~~> Faça as pazes com o seu passado, mas não esqueça dele. Use-o como exemplo do que deve ou não ser feito de agora em diante. Faz um bem danado. Pra você e tooodo mundo que te conhece ;D ~~> Beeijoos, Jaqueline.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Ano novo

Chega de ficar quebrando a cara com os velhos erros de sempre.
Quero cometer erros novos, passar por apertos diferentes,
experimentar situações desconhecidas, sair da rotina e do lugar comum.
Esse ano eu preciso crescer.
Chega de saber a saída e ficar parado na porta,
ensaiando os passos sem nunca entrar na estrada,
esperando que me venha o que eu mais preciso encontrar.

Esse ano, se eu tiver que sofrer,
será por sofrimentos reais
-nunca mais por males imaginários,
preocupado com coisas
que jamais acontecerão.

Chega de planejar o futuro
e tropeçar no presente.

Chega de pensar demais
e fazer de menos.

Chega de pensar de um jeito
e fazer de outro.

Chega de corpo dizer sim
e a cabeça não.

Chega desses intermináveis conflitos
que me fazem adiar para nunca a minha decisão.

Este ano eu vou viver.



~~> Desejo a vocês a esperança. Enquanto vocês a tiverem o resto é conquistável... Feliz Ano Novo! Beeeijoos, Jaqueline.

Procura-se

O que chamam de Homem Perfeito: Ando a procura de um homem capaz de ser amigo declarado da vida. Que não guarde pergunta sobre o futuro ou o passado, que ame o ato de amar, simplesmente pelo ato de amar. Ando a procura de um homem com coragem para ter uma mulher que gosta de vestir preto, meia liga, sapato vermelho, batom carmim e decote pronunciado e dela sentir orgulho. E, como homem, defenda todas as suas fantasias, sem explicações, apenas com desejos. Ando a procura de um homem que comigo prepare um jantar com toalha azul, palmito, aspargo, cogumelo, penumbra, silêncio, tangos, boleros e solidão. Que juntos nos embriaguemos e juntos nos esqueçamos do dia seguinte. Ando a procura de um homem capaz de todas as surpresas: chamar para beber numa terça-feira de muito trabalho; que invente luas cheias em visitas raras; que seja ousado e arrisque todos os seus sentimentos; que sorria e principalmente tenha a capacidade de adivinhar tudo de ruim. Ando a procura de um homem que não prometa fidelidade, mas momentos fiéis; que tenha esperança sem religiosidade; que libere seu animal e abandone suas conquistas intelectuais; que não me chateie com política, que seja macho sem medo de ser sensível. Ando a procura de um homem que me surpreenda em todos os momentos: na casa, na praia, no quarto e na vida. Que agrida quando sentir vontade. Que amanse quando sentir-se gato. Ando a procura de um homem que me acompanhe quando olho o mar. Que escute e cale todas as minhas angustia. Que perante todas as dúvidas existenciais seja capaz de oferecer certezas. Que beba vagarosamente. Que leia Fernando Pessoa sem recitar. Ando a procura de um homem que me deixe ruborizada ante uma investida inevitável. Que não diga não perante seu próprio desejo. Que me deixe entregar-me de modo calmo como o rio ao mar. Com quem eu possa soltar todos os gritos de prazer e toda a agressividade dos felinos. Que não cobre de mim mais do que posso dar. Que mate o tempo e estrague as horas e faça da vida "uma aventura errante”. Ando a procura de um homem que faça convites para jantar. Me pague uisque. Me puxe a cadeira. Quem sabe se este homem não é você? ~~> Que atire a primeira pedra aquela que não quer, que não procura? Adoooro esse texto. Fica como presente. ;D ~~> Beeijoos, Jaqueline.

Ar puro

~~> "Estava de bermuda e aquela regata branca e velha, que o tempo tratou de esgarçar. MInha mãe há tempos tendou livrar-se dela por mim, às escondidas, mas não! Se panela velha é que faz comida boa, pano velho é que faz roupa boa. Ou não. Há contradições. Mas não vem ao caso. Então eu estava de bermudas e regata velha. E eram seis e meia da manhã. Foi como um déjà vú, seja lá como se escreve isso, aquela sensação gelada nos pulmões em contato com o 'ar fresco da manhã'. Como chupar Halls preto, nivel de refrescância cinco, e puxar o ar com a boca. Trilha sonora do momento -não que eu estivesse ouvindo, claro!- seria algo a la Jack Johnson, ou Jason Mraz... Algo suave, com aquela certa vitalidade, aquele desejo, aquele sonho. Aquela alongada, aquele olhar a diante. A vontade de se jogar na cama de novo passara. E definitivamente já era hora. Mãos na cintura e sorriso de quem vai. E fui. Foi uma ótima caminhada." ~~> Nada como um pouco de ar puro, isso sim! (Rejuvenesce, acalma, tranquiliza, é como banho de chuva, sabe... Recomendo ;D) Coisa bem difícil de se encontrar aqui, né? Hhahaha O caso é que as pessoas não se permitem respirá-lo. Não se permitem viver a pureza de seus dias, de seus momentos. ~~> Dia no ponto. Cerca de 26º, sol, céu limpo e azul, sem previsões de chuva. Um dia perfeito pr'uma caminhada, pra tomar sol, pra ouvir uma música boa, pra conversar sem hora pra ir embora. Um dia sossegado, tranquilo. Paz. ~~> Mais feliz do que eu poderia imaginar. ~~> Beeijoos, Jaqueline.

sábado, 27 de dezembro de 2008

Rascunho

"Ah a inveja. A dor de desejar aquilo que os outros possuem. Aquela sensação de vazio perante o volume exacerbado do restante, a ausência da paz reconfortante de agarrar com unhas e dentes seu sonho transformado em realidade. A carência de elogios e sorrisos e olhares e motivos e carinhos e amores e sabores e cores e ventos e vidas. O motivo de tantos olhares curvos e palavras mudas e lágrimas trancadas. E a promessa. A tal que de tempos em tempo volta, e vai, e é adiada de novo. E que depois de tantas desculpas cai em meio ao vão. Mas não é aquela inveja raivosa, não, senhores! Não desejo, como muitos, a dor, o sofrimento, daqueles que têm tudo o que quero para mim, de maneira alguma. Apenas os invejo, com o olhar triste de quem espera, com a dor no coração de quem fica para trás. De quem é largado, abandonado. Como um amante que vê sua amada lhe ser roubada por seu melhor amigo, que lhe provoca um ciúme doentio e rancoroso. Ah o ciúme. Sentimento tão vil quanto todos os outros que carregamos dentro de nós. Só não tanto quanto o amor. Esse sim, é maldoso, vingativo. Transforma-nos em meros cretinos e esperançosos, loucos, absurdos, sonhadores. O amor, senhores, escolhe. Seleciona a dedo aqueles que o merecem, aqueles que são dignos de o terem. E ai voltamos à nossa amiga inveja e seu irmão, o ciúme. Um cara grande, forte, dominador: daqueles fugitivos da justiça, que se escondem no quarto mais profundo da nossa alma e que, quando saem de lá, só fazem desgraças. Só fazem desunir e brigar. Esquecer não. Esse aí faz questão absoluta de criar em nós um rancor tão grande, quase ódio, nos veda os olhos, nos perfura a alma e crava no nosso ser todas aquelas malditas lembranças que quanto mais lavamos e esfregamos, mas fortes e sujas ficam. Como molho vermelho numa camisa branca. Como gordura no fundo d'uma panela velha. Eis tudo o que me preenche hoje, senhores: inveja, promessas, ciúme... e amor. Todos desgraçados a ponto de me enlouquecerem. Me entorpecem de tal forma que as vezes me pego acreditando neles. Na fraqueza de uns e na imortalidade de outros. Naquela força avassaladora do brilho nos olhos, na lágrima, no sorriso de esperança, que -dizem- é a última que morre. Pois saibam que, se cada um tem a sua, a minha me abandonou. Ou não, pois na verdade sou tão cretino quanto vocês. Daqueles que passam a noite em claro, acreditando nas asneiras que lhe contam. Ou lhe prometem. Um tolo, sempre sentado na varanda, olhando pra estrada que-leva-pra-lugar-nenhum que passa em frente, olhando, esperando, torcendo pra que venha, pra que volte. Quem sabe um dia meu olhos não terão o prazer e meu coração a felicidade de te ver surgir no horizonte. Minha amada, minha vida, meu tesouro. Ah, mas deixe pra lá. Não vou atormentá-los com os devaneios d'um homem apaixonado. Realmente, simples devaneios. O sonho, a saudade. Só a necessidade da pureza daquele ser. O corpo pequeno, frágil. As mãos suaves como plumas e as bochechas rosadas e macias. Aquele sorriso. Ah, que belo sorriso que ela me dava nas manhãs daquele outono! Seus olhos castanhos, lembro-me, brilharam quando disse que a amava, quando lhe dei o presente de aniversário, quando a mimava com poemas e canções e pequenos doces que comprava naquela bela loja que admirávamos de vez em quando. Olhos estes que, tristes, se esverdearam com as poucas lágrimas que ela derramou quando me deu o adeus. Foi sincera em tudo. Nas palavras, nos toques. Senti isso. E sou obrigado a admitir. Foi sincera quando disse que não me amava mais. Quando assumiu sua dor no coração em me deixar. Eu era um cão. Abandonado, agora. Um pobre coitado que perdera tudo o que tinha. Inclusive os sentidos, a vontade, meu chão. Perdi a respiração, literalmente, e passei mal várias horas após sua partida. E jurei. Jurei pra mim, pras árvores, pro vento, pra Deus, que a esperaria. E cá estou. Não sei se se passaram apenas três semanas, seis meses, se foram anos... Ah, mas não vou entediá-los com as dores desse mal amado infeliz. Nem chateá-los com minha tristeza. Já não faz mais sentido lhes contar-lhes minha história. Ela, francamente, não interessará a muitos. Nem me renderá fama ou fortuna. Nem eu os quereria. Talvez diminuisse minha saudade. Ou só aumentasse minha loucura. Quem sabe? ~~> Rascunho de Jaqueline D. Rosa ~~> Escrito num momento de profunda raiva, inveja, ciúme, promessas, saudade, tristeza e amor. ~~> Nada mais a declarar, a não ser o fato de que li e gostei. Talvez vire alguma coisa. Um livro, talvez. ~~> Beeijoos, Jaqueline.

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Escorpiana

~~> Nada melhor que um pouco de Astrologia, pra quem acredita, claro. ~~> Incapaz de viver muito tempo na calma, apaixonado por transformações, é ansioso e exigente. Não lhe falta resistência nem energia e dá tudo de si em situações difíceis. Sente-se diferente dos outros, tem dificuldade em se integrar, ainda mais porque raramente está livre de tensão. Lúcido, espírito penetrante, crítico e perspicaz. Percebe nos outros o "defeito da couraça". Determinado, concentrado, confiante. Não se deixa influenciar, manda na sua vida, portanto é responsável pelo que lhe acontece. Pode elevar-se ou decair. ~~> Não gosta de ser contrariado, nem que indaguem dos seus motivos. Força situações, perspicaz, sutil, ardente, leal. Ajuda-se, se quiser, e aos outros. Vingativo, antagônico, sarcástico, violento. Auto-respeito, não se preocupa com o que os outros pensam, pois tem boa opinião de si. Tem como garantido. Bom julgamento. Também quer segurança emocional. Tudo ou nada. Ar impenetrável, face de jogador de pôquer (amei iso ;D). Não esquece quem lhe ajuda, nem quem lhe prejudica. Pode prejudicar a saúde com atividade derrotista, melancolia, excesso de trabalho ou de qualquer coisa. Poder de recuperação surpreendente. ~~> Seus desafios são constantes, principalmente nas áreas financeiras e sexual. Deve aprender a dar, receber e compartilhar recursos e prazeres. Ambicioso não aparente, espera oportunidade e pega-a imediatamente. Se usar seu grande potencial pode tornar-se pessoa influente. ~~> Corpo: Vigoroso e magro, de estatura media; porte robusto. Olhar magnético, linguagem envolvente. Ritmo biológico acelerado; energia concentrada na expressão física, inquietação motora. Atrai acidentes e morte brusca(oO). Propensões auto destrutivas com grande poder regenerativo. ~~~> Ervas harmonizantes: ginseng, guaraná, manjericão. ~~> Incensos: Almíscar, Ópium e Eucalipto. ~~> Psique: Ação das emoções sobre a base corporal. Inserção rebelde do ego aos contextos convencionais. Reflexos rápidos e audácia provocativa; caráter anti-conformista e criativo. Temperamento vital-motor; humor paradoxal. Pensamento engenhoso, de fluxo intermitente e conteúdo experimental; concentração dispersiva, memória seletiva. Gostos elaborados, hábitos inusitados; moral transformadora. Impulsos primários de rebelião criativa. Tendência à imprudência. ~~> Afetividade: Sensível, inconstante e erótica. Sensualidade experimental intelectualizada. Paixões ardentes e possessivas; emoções e sentimentos poderosos e imaginativos. Busca do novo e impensado. Amor ciumento, obstinado e rancoroso. ~~> ~~> ~~> Ascendente: Capricórnio ~~> Você envolverá muitos segredos em sua individualidade; é estranho, tal qual a própria figura do signo, a cabra. Terá um lado ambicioso e materialista, mas também o distinto poder de mergulhar nas profundezas dos sentimentos coletivos. Será reconhecido pela prudência e pela vontade de ferro. Alcancará todos os objetivos, em geral tardiamente, e sem se vangloriar, porque é o mais reservado e resistente entre todos á sua volta. Possuirá um acentuado senso do dever e tudo implicará em disciplina, ética, ordem. Aceitará a realidade com uma conformidade fantástica. Sempre acreditará num passado e terá a certeza de que as regras que herdará de ancestrais serão as certas. Respeitará a lei e viverá dentro dela. Faz questão que tudo à sua volta se encaixe com seu jeito de ser e estilo. Tendência ao isolamento; sabe melhor que ninguém, renunciar a um prazer em favor de um dever ou objetivo. Falará pouco (???) e seus comentários sombrios serão a marca típica de sua presenca e temperamento. A expressão tranqüila e o ritmo lento de vida serão o grande contraste com os demais. Será avesso ao oportunismo, terá convicções autênticas na moralidade. Observará antes de julgar e não se comprometerá levianamente. Os elementos fortes de sua natureza são a racionalidade e a seriedade, mas possui interiormente um elevado grau de sensibilidade que não demonstra. Mesmo diante do perigo age com calma e precisão. Há indicação que se tornará com o tempo um vencedor. ~~> ~~> Pra quem não me conhece pode até achar contraditório, mas -entendam- é a mais pura verdade! Sou um paradoxo vivo! ~~> Beeijoos, Jaqueline.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Aguarde, 2009!

~~> Meu amigo Eliel está escrevendo uma de suas tantas (e até hoje inacabadas ¬¬²) peças de teatro. Mas boto fé que essa ele termina. Me convidou (convocou oO?) pra montar quatro coreografias, cada uma representando uma estação do ano. ~~> Elephant Gun (Beirut) foi a eleita para o Outono, mas nããããoo! Tem que ser Primaveera! Essa música me lembra flores (tentem ouvi-la de olhos fechados xD). Vejo cores, flores, tecidos coloridos, pássaros cantando, vestidos esvoaçantes... =) Alegria, mesmo. ~~> Tenho a impressão de que 2009 será um ano muitíssimo melhor que este (esperoo!). Ahh esse ano promete! =D E nada melhor pra simplificar isso que a confirmação do show da Ivete Sangalo, A Rainha, no ano que vem organizado pela Bali. Hhahaha!! ~~> ;D 2009 é ano pra botar pra quebrar. Pra fazer, não pra planejar. Não sei quando eu vou poder atualizar meu blgo de novo, porque agora vai começar a correria no comércio por causa da semana do Natal. ~~> I tried to be chill but you were so hot that i melted ~~> Tudo o que eu posso garantir é que 2009 vai ser O ANO!~~> Beeijooos, Jaqueline. =)

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

DATA NATALINA

~~> Num e-mail, meu -já- caro amigo Sr. Erasmo F. Chaves, homem a quem a pouco conheci, mas que já admiro, me enviou um de seus poemas, desejando-me um feliz natal. Eis seu belo poema, espero que gostem: ~~> LÁ VEM A DATA NATALINA ~~> Lá vem correndo célere a data natalina / Alvoroçando gostos e corações das gentes; / Para alguns, apenas propina louvando mente sibilina, / somente tradição, mera ação, corantes e anilina / e, para outros paz, amor, esperança comoventes. / Na alegria expressa de forma cristalina, / vão crianças e adultos aceitando complacentes / o algaravio das compras , das festas evidentes, / os costumes, o amor, os sabores, os presentes, / aspirações legítimas, ternas e candentes / que ao coração humano fazem esquecer antecedentes, / a querer liberar-se de mesquinha cultura celestina; / e nele , o das razões que só amor ensina / perfeição, a resguardar aspiração divina: / virtude, dignidade humana , a excelsa doutrina / a dar sentido à vida , trabalho e formosura peregrina, / cálida redenção , luz e, alimentada lamparina. ~~~> (( meu amigo, ERASMO FIGUEIRA CHAVES )) ~~> Bom, para muito o Natal é, realmente, uma época de esperança. ~~> Não sei se trata-se de uma iniciativa nacional ou apenas em Cabreúva, mas todo ano as crianças das escolas públicas escrevem cartas ao Papai Noel dizendo o que querem de presente e estas são enviadas ao Correio. Então, pessoas de bom coração e cientes da importancia do Natal pras crianças "adotam" uma carta, ou seja, escolhem alguém pra ajudar, compram o presente e entregam no Correio pra eles enviarem pra criança. E sei lá se podemos chamar isso de 'magia do natal', mas algo me tocou e resolvi adotar uma também. ~~> Geente, dá uma dor no coração ler as cartas... algumas crianças pedem até comida! ~~> Dá é vontade de ajudar todo mundo! ~~> Bom, resumindo peguei uma carta. =D ~~> Quase choreei! ~~> A parte que mais me tocou, que fez com que eu escolhesse aquela e não as outras, foi: "os adultos falão que não existe papai noel masi eu acredito que eziste papai noel eu gostaria de pedir uma casinha de boneca e o senhor poderia me reazliar ese pedido por favor muito obrigado. Um beijo, eu amo papai noel, eu fico muito feliz quando chega o natal." ~~> Diz se não tem mesmo que ganhar presente uma das raras crianças que acreditam em papai noel??? ~~> Não vou poder comprar a tal casinha de bonecas, mas vou sim comprar algo bem legal. ~~> Tem coisa mais verdadeiro do que a inocencia de uma criança que espera ansiosa pelo Papai Noel? ~~> Beeijoos, Jaqueline.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Amigo secreto

~~>Pizzaria Nena: a moda da Nena e 4 queijos! Huuummm s2 Amoo. Ganhei uma caixa de sabonetes da Natura de frutas vermelhas. Claro que antes me deram uma caixa, dentro de outra caixa, embrulhado com muito jornal e durex, dentro de uma caixa, que tav dentro de outra e de outra. ¬¬ Isso só acontece comigo! Nooo words! Mas valeu a pena. Fui simplesmente tuuudoo de boom! 8D ~~> pizza, gente legaal, presentee... Mais fotos em breve no meu orkut ~~> Beeijos, Jaqueline.

sábado, 13 de dezembro de 2008

Acabar em Pizza

Receita de um fim de semana (ainda que curto) perfeito! ~~> Amigos + pizza + revelação de amigo secreto(leia-se presentes) + risadas + fotos = um sábado pra lá de maravilhoso! ~~> Pizza (também grafada piza em Portugal) é uma preparação culinária que consiste em um disco de massa fermentada de farinha de trigo, regado com molho de tomates e coberto com ingredientes variados que normalmente incluem algum tipo de queijo, carnes preparadas ou defumadas e ervas, normalmente orégano ou manjericão, tudo assado em forno. ~~> A história da pizza começou há seis mil anos, com os egípcios. Acredita-se que eles foram os primeiros a misturar farinha com água. Outros afirmam que os pioneiros são os gregos, que faziam massas a base de farinha de trigo, arroz ou grão-de-bico e as assavam em tijolos quentes. A novidade foi parar na Etrúria, na Itália. ~~> RECEITA SIMPLES =D PARA UMA PIZZA MARAVILHOOOOSAA: para um quilo de farinha de trigo, usa-se dois envelopes de fermento biológico (levedura), uma colher de sopa de sal, quatro colheres de sopa de óleo vegetal e três copos de água, em algumas preparações, pode-se ainda adicionar ovos e manteiga (esta liberdade de criação que dá diversidades entre a culinária dos diversos pizzaiolos). Mistura-se, amassando até que a massa solte da mão, deixando descansar entre duas a seis horas. Divide-se em cinco partes, abrindo cada uma até formar um disco de aproximadamente 30 cm de diâmetro. Se utilizar um forno a lenha, assar já com a cobertura por uns dez minutos em forno já pré-aquecido, se utilizar o forno comum caseiro à gás, assar somente a massa por vinte minutos, colocar a cobertura e retornar ao forno por mais alguns instantes para assar o recheio. Ao tirar do forno, não esquecer de regar com um bom azeite. Existe uma variação, mesmo em Nápoles, supostamente a origem da pizza, que consiste em fritar a massa em óleo vegetal antes de cobri-la e leva-la ao forno. Neste preparo, a massa precisa ser aberta e achatada, com espessura mais fina que a assada em forno. Outra variação, o calzone, consiste em juntar a massa pelas bordas, num formato de meia lua, envelopando o recheio antes de assar. ~~> \o/ uhuuuu! ~~> Hoje é a revelação do amigo secreto da capoeira, com direito a pizza e algumas fotos novas pro orkut. Perfeito, não? Finalizado com o perfeito, tradicional e indispensável sorvete do Laurini hhahahahaha!! 8D ~~> Beeijoos, Jaqueline.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Remexo MUITO!

~~> Madagascar 2 ~~> Ainda em Madagascar, Alex, Marty, Melman e Glória querem logo voltar para suas vidas no zoológico de Nova Iorque e, para isso, contarão com a Air Pingüim, uma empresa de vôo nem um pouco confiável que faz sua primeira viajem direto de um estilingue. Junto com eles, também estão o Rei Julien, seu ajudante Maurice e, pilotando, Rico, Kawalski, Capitão e Recruta: os pinguins. Com essa equipe, porém, o plano não dá certo e todos caem ainda no continente africano, bem longe do destino que eles desejavam. O ambiente familiar que a turma de Alex procurava, no entanto, estranhamente está presente na região. Até mesmo os humanos nova-iorquinos reaparecem em safáris na selva, mas o que mais impressiona aos quatro são os habitantes dali. Glória encontra outros hipopótamos, onde poderá achar um parceiro. Melman se torna o médico oficial das girafas da reserva. Marty terá nas outras zebras companheiros perfeitos para tudo o que gosta de fazer. Por fim, Alex reencontra seus pais, anos depois de ser acidentalmente mandado para Nova Iorque. O que parecia perfeito, no entanto, passa a trazer problemas para os amigos. Disposta a ter alguém para o resto da vida, Glória é cortejada por Moto Moto, que não se importa com o que ela é por dentro. Melman descobre que tem uma grave doença, que ele nem mesmo sabia que existia. Marty, que gostava tanto de ser único, incomoda-se em ter tantos iguais por perto. Já Alex acaba fazendo com que seu pai, Zuba, o rei da selva, perca seu posto por ter um filho dançarino. Agora, eles terão de contar novamente com a Air Pingüim e seus mecânicos macacos se quiserem voltar ao Zoológico. ~~> Espero (realmente) que esse filme seja tão bom quando o primeiro e que tenha musiquinhas legais como Eu Me Remexo Muito, 8D. ~~> Adooooroo essas quatro personagens ( leão, zebra, girafa e hipopótamo), o jeito com que as personalidades deles são discutidas no filme. Alex, o leão, é um mimado, chorão e orgulhoso que está mais do que acostumado a ser o centro das atenções. Bom coração, mas o tipo de quem gosta mesmo de luxo, conforto e bajulações. Marty, a zebra, é o sonhador, que quer sair pelo mundo, desvendar, conhecer, ver coisas novas e inimagináveis, o tipo que peca com a sua sinceridade, em se abrir com os outros. Melman, a girafa, é um complexado, daqueles que tomam o remédio antes de ficarem doentes (literalmente), mas adoro ele porque ele faz acupuntura! É bobão, inocente, medroso até. E nunca o escutam (vide cena do primeiro filme em que querem desentalá-lo da caixa de madeira empurrando-o com um tronco). E a Glória, a hipopótamo(a?), que é a mãezona, que cuida de todo mundo. Amo a voz da Heloisa Périssé!! É perfeita! =) Ela protege, xinga, briga, dá lição de moral... É a única fêmea do quarteto e eu AMO a parte (vide trailer) que o Melman diz que ama ela. Hhahaha AMO O REI JULIEN! Demaaais! Ele é sincero, mandão, carente de atençaão, extravagante, quer sempre ser tratado como a última bolacha do pacote, é divertido... Ahh amoo² s2 Isso sem falar nos pinguins... Apenas sorria e acene, sorria e acenee! ;D ~~> Beeijoos, Jaqueline, a criança mais feliz do mundo com os novos lançamentos de filmes infantis.

"O Médico À Força"

~~> O MÉDICO À FORÇA é uma peça do dramaturgo francês Molière, na qual Sganarelo, personagem principal, sofre as consequências de uma cilada armada pela sua mulher, Martinha, cansada das suas extravagâncias. O lenhador vê-se obrigado, à força de pancada, a assumir que é médico e a curar a misteriosa doença que Lucinda inventou para fugir ao casamento por dinheiro arranjado pelo seu pai, suscitando muitas confusões e... gargalhadas. Uma história de um amor contrariado, uma doença inventada e um médico que não é médico, com noções de anatomia absolutamente delirantes, disposto a inventar os mais extraordinários tratamentos: assim se pode descrever esta hilariante comédia de equívocos. ~~> Eis algumas fotos do teatro O Médico À Força, de Molière, realizada na íntegra (elenco e produção) por alunos do 2º ano do Ensino Médio, sob a direção e coordenação do professor Juliano Mazurchi (acho que é assim que se escreve o sobrenome dele...), sem o qual (confesso) não teríamos saído da estaca zero. O restante das fotos estará em breve no meu orkut. =), ainda estou pegando com o pessoal. > depois att o blog decentemente, isso era só pra cumprir minha promessa ;D ~~> Beeijoos, Jaqueline.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Teatro Mudo

~~> A Magia da Mímica "Chama-se de mímica à arte de exprimir os pensamentos e/ou os sentimentos por meio de gestos. É, portanto, uma classe de sematologia. Um mímico é alguém que utiliza movimentos corporais para se comunicar, sem o uso da fala. A mímica deve ser distinguida da comédia silenciosa, na qual o artista é um personagem sem jeito em um filme ou ato." ~~> Gosto de teatro. Gosto do modo com que o ator se liberta de si mesmo e se transforma n'outra pessoa, com outra personalidade, história, destino... Gosto da liberdade que se tem de representar sentimentos que não existem. Gosto dos movimentos, dos olhares, das músicas, dos gritos,... Gosto da mentira. Teatro: a mentira da vida. Quando juntamos tantas informações quanto julgarmos necessárias, misturamos e pomos pra assar. E depois vemos que o resultado é uma vida nova, com suas próprias características e singularidades, mesmo que essa não seja real. Admiro, portanto e inclusive, os mímicos. Que são atores mudos. Que tem que pôr nos olhos, sorrisos, gestos e caretas todas as suas emoções. Parabéns. Não conseguiria nunca. ~~> O teatro da escola foi perfeito. Não poderia ter esperado mais. A reação do público foi ótima, achei que eles realmente gostaram. Pra mim, só elogiaram. Até o professor veio converar comigo no fim, dizendo que ficara satisfeito com a classe. As fotos coloco em breve, pois estão todas com o Izak. Beeijos, Jaqueline.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Meme

~~> Quando li num inocente comentário da Julis que tinha um meme pra mim no blog dela eu levantei uma sombrancelha e indaguei: que diabos é um meme?!?! ~~> Fui, li, achei bonitinho... Comentei. Então, através de comentários de outras garotas no meme da Julis eu percebi que devia escrever um também. ~~> E volto à tal pergunta: que diabos éum meme, carambaa?! ~~> Como diz o sábio Christian Pior: "não sabe?! joga no Google, bem!" ~~> Meme by Google: Um meme, termo cunhado em 1976 por Richard Dawkins no seu bestseller controverso O Gene Egoísta, é para a memória o análogo do gene na genética, a sua unidade mínima. É considerado como uma unidade de informação que se multiplica de cérebro em cérebro, ou entre locais onde a informação é armazenada (como livros) e outros locais de armazenamento ou cérebros. No que diz respeito à sua funcionalidade, o meme é considerado uma unidade de evolução cultural que pode de alguma forma autopropagar-se. Os memes podem ser idéias ou partes de idéias, línguas, sons, desenhos, capacidades, valores estéticos e morais, ou qualquer outra coisa que possa ser aprendida facilmente e transmitida enquanto unidade autónoma. O estudo dos modelos evolutivos da transferência de informação é conhecido como memética. Quando usado num contexto coloquial e não especializado, o termo meme pode significar apenas a transmissão de informação de uma mente para outra. Este uso aproxima o termo da analogia da "linguagem como vírus", afastando-o do propósito original de Dawkins, que procurava definir os memes como replicadores de comportamentos. ~~> Oo ããã... e daí?!?! ~~> Depois de algumas buscas rápidas no mais fascinante site de busca da internet, encontrei: "Meme é tudo o que se aprende por cópia a partir de uma outra pessoa. Desde coisas simples, como comer usando talheres, até ações mais complexas , como escrever textos excelentes em blogs =D. Resumindo ao máximo, alguém faz, você vê, gosta e copia. Outras pessoas vão ver você fazendo, também gostarão e copiarão. Desta maneira, a evolução de um meme é quase sempre viral e exponencial. Como a palavra “viral” é sempre interessante(...), a mais nova moda entre os blogueiros é a criação de memes específicos, onde o autor original escreve sobre determinado assunto e “convoca” alguns de seus conhecidos para escreverem sobre o mesmo assunto, e convocarem mais conhecidos… e assim sucessivamente." ~~> Melhorou, né?! ~~> Ook... devo escrever algo, 'copiando' a idéia da Julis, que escreveu "Seis fatos aleatórios mas precisos"... É sobre isso que devo escrever? Oook, então... Lá vai: ~~> Seis fatos aleatórios, mas precisos. 1) Quando eu era pequena (1ª a 4ª série) eu vivia brigando com os meninos na escola, porque (claaro) eles viviam atazanando a vida das meninas. Mas era do tipo que ia e batia no coitado que me nefezava, batia, entendam, dava uns petelecos ou uns chutes nas canelas, nada demais. Isso porque uma vez meu pai me disse pra não levar desaforo pra casa, não passar raiva. Bateu em você? Bate nele também... era bem assim... Maaas, apesar de ser uma coisa complexa pra uma criança e grande a possibilidade dessa pequena pessoa achar que tudo se resolve na base da pancada, aprendi que não podemos nunca deixar que os outros pisem em nós, como se valessemos menos que eles, que precisamos agir por nós mesmos e não ficar chorando pra pai, mãe ou quem quer que seja, dizendo que foram maus com a gente e que queremos colo. 2) Sou apaixonada por teatro. Ver e, claro, fazer. Acho que a vida é um grande teatro, no qual se escolhe ser a vítima, o herói, o mocinho, mocinha ou vilão. Não sei, mas acho (sim) que tenho o dom do teatro, a benção dos Deuses que me fazem representar bem certos sentimentos, o que (obviamente!) não quer dizer que eu minta pras pessoas, nem nada do tipo, sou bem sincera... Mas que tenho o dom de disfarçar certas coisas, de manipular e convencer as pessoas, aah isso eu tenhoo! =) 3) Aaamoo cantar, de verdade. Não sei se tenho o dom. Francamente acho que não... Claaaroo que depende da música. Acho também que minha voz mudou muito nos últimos anos (dãããrr), então, vai que aconteceu um milagree? Umas três pessoas já me falaram que minha voz é bonita e que eu devia começar a cantas =S Hhahahaha... Já pensoo? A Jaque cantando? VISH! Bom... vai saber, né?! 4) Odeeeioo gente pessimista. E gente otimista demais. Creeedooo! Me stressam. Pode até ser realista ou um pouco otimista, sei láá.. mas qualquer exagero me incomoda. 5) Sou fria. Dizem por aí que não tenho coração. Ciúme, raiva, ódio, tristeza, vontade de me matar?? Sinto, mas não demontro. Nunca. Me faço de forte pras pessoas, talvez pra mostrar que não me afetam... Também não tenho muito dó das pessoas. Ajo da maneira que elas merecem, sem dó. =) E sou feliz. 6) Já tive uns quatro blogs e uns quatro flogs. O único que sobreviveu (sobrevive) é este aqui, o Amnésia II. Enjoo fácil das coisas. De frases, templates, cores, relacionamentos (infelizmente, queridos, infelizmente...), músicas... Por isso muitos deles morrem, acabam... Um defeito dessa pobre amnesiada. ~~> Indico: Carlos (ahh, os outros não tem tempo de att o meme =/)... Beeijoos, Jaqueline.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Desligue-se

~~> 10 (bons) motivos para desligar sua TV (de vez) o mais rápido possível ~~> 1) Vicia ~~> 2) Dá gastos ~~> 3) Dificilmente dá algum lucro ~~> 4) Te afasta das pessoas ~~> 5) Afasta as pessoas de você ~~> 6) É um péssimo investimento de tempo, já que você poderia estar fazendo coisas mais produtivas ~~> 7) Causa brigas (geralmente por causa do controle) ~~> 8) Engorda (vai dizer que você não come na frente da TV??) ~~> 9) Tira o sono ~~> 10) Dá preguiça, você nunca mais vai querer levantar da cama/sofá. ~~> Quando digo que desliguei minha tv, entendam, primeiramente, que não fui eu que desliguei. Desligaram pra mim (leia: meu pai desligou pra mim). Mas não foi desligar de 'chega, agora vamo dormiir', foi desligar de tirar o aparelho da antena, desconectar os fios e levar embora o lindo aparelho prata que fazia a tv do meu quarto pegar. Mas tudo na vida tem seu lado bom: vou me acostumar com a idéia (embora estivesse louca pra assistir Capitu, que estréia amanhã na Rede Globo) de ficar um mês, ao menos, 100% livre de televisão em 2009 (vide lista de resoluções na coluna ao lado >>>>>> '2009: 365 dias para...'). Lado negativo, que como sempre prevaleve: não vou ver Capitu, nem os programas de final de ano que são a 2ªmelhor atividade do meu fim de ano, nem ver filmes ou qualquer outtra coisa sem ter que sentar na sala e torcer pra me darem o controle. ~~> MAS QUEM LIGAA? ~~> Vou aproveitar o tempo pra terminar de ler As Brumas de Avalon 1 e 2 e Ensaio Sobre a Cegueira, treinar capoeira (nem que seja das 22h até 5h \o/), meditar (quem sabe?) e escrever uns rascunhos pra 2009! ~~> Falando em escrever, falei com o Henrique sábado (responsável por um dos jornais que eu escrevo) e ele me garantiu que em 2009 o jornal vai voltar a sair (nas datas certas) e que minha coluna está garantida =D e eu realmente espero que isso se concretize. O outro jornal está falindo, não por falta de dinheiro, mas de pessoal. Não temos quem nos ajude: é muito trabalho! Fotos, textos, entrevista... vish²! E somos poucos, então dificulta muito. E a nossa coordenadora tá querendo encerrar o jornal, mas eu realmente não queria que isso acontecesse. Dezembro tá uma correria aqui, não to tendo tempo de escrever. E o jornal já ta atrasado, então já viu né... ~~> De qualquer forma 2009 vai render. É ano pra curtir, estudar, decidir o que fazer da vida... ~~> Hoje conversei com uma menina que faz Jornalismo na Faculdade Prudente de Moraes e ela disse que é muito boa, a sexta melhor particular do estado, que eles têm todos os equipamentos necessários e professores ótimos. Disse que esperava uma coisa da faculdade e encontrou muito mais. =D Fiquei bem feliz, pois é uma das minhas únicas opções, além de CEUNSP e Anchieta =P. ~~> Só por curiosidade: por que ninguém mais comenta no meu blog?! Ta ruim? É falta de tempo ou os posts que tão ficando muito chatos? Falem, preciso saber, ook? =) Se for esse o caso reformulo o blog e começo 2009 com cara nova, estilo novo. ~~> Estranha, talvez... mas chata e sem graça, melhor não, né?! ~~> Beeijoos s2 Jaqueline.

sábado, 6 de dezembro de 2008

Stand-Up Comedy

"Stand-up comedy é uma expressão em língua inglesa que indica um espectáculo de humor executado por apenas um comediante. O humorista se apresenta geralmente em pé (daí o termo 'stand up'). Também conhecida como humor de cara limpa, a comédia stand-up privilegia o artista munido apenas do microfone, sem personagem, fantasia ou acessórios. O humorista stand up não conta piadas conhecidas do público (anedotas). É normal que se prepare números com texto original, construído a partir de observações do dia-a-dia e do cotidiano." ~~> Há milhões de exemplos de bons comediantes stand-up e não serei eu a primeira a listar todos. Mas um exemplo simples é o "TERÇA INSANA" (www.tercainsana.com.br), espetáculo facilmente encontrado no Youtube com vários atores ma-ra-vi-lho-sos, cada qual com seu quadro (não deixem e assistir ao DVD, dizem que é muito bom, mas antes corram até o Youtube e procurem A Mal Amada, vale muuuitoooo a penaa! Além da Betina Botox, do moto boy corinthiano, da favelada que eu esqueci o nome... Vejam TUDOO, principalmente naqueles dias que você tá procurando uma desculpa (porque o motivo vc já tem) pra ver Um Amor Pra Recordar, comer chocolate e chorar que nem uma condenada! Você vai ver o quanto a vida nos dá bons motivos pra rir =D)!! ~~> Terça Insana é um Show de Humor apresentado todas as terças feiras em São Paulo, cuja proposta é a renovação constante. Todo mês o show muda completamente, com novas personagens, temas e textos. Ou seja: cerveja! É perfeito! ~~> O Brasil tem muitos talentos na tv, cinema, teatro, música, blá, blá, blá... A gente só precisa aprender a valorizar um pouquinho ;D Certo?! =P. ~~> Coloquei na coluna aí do lado um projeto de lista de resoluções pra 2009 (51 itens, calculo eu, são aproximadamente 51% do que vai ter no final). Leiam e sintam-se a vontade pra rir da minha cara ;) quando a abandonar a tv por um mês.. deve ser o primeiro item: só depois de terminar A Favorita! =P hahhahaha ~~> Video abaixo: Leandroe Marcus > atores do Zorra Total. Eu AMO esses dois! Stand-Up sobre alpinismo. Vale a pena: riam da vida hoje, não percam a oportunidade de estarem mais felizes. ~~> Domingo tem roda de capoeira. Vou levar um presente pra Isa (cara de má)... Quarta tem teatro na escola (O Médico À Força), vai ser BEM LEGAL! 8D ~~> Bom fim de semana pra vocês... ~~> Beeijoos, Jaqueline.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Cabide

"E se eu fingir e sair por ai na noitada / Me acabando de rir / E se eu disser que não digo, e não ligo, e que fico / E que só vou aprontar / É que eu sambo direitinho, assim bem miudinho, / Cê não sabe acompanhar / Vou arrancar sua saia e pôr no meu cabide só pra pendurar / Quero ver se você tem atitude / E se vai encarar / E se eu sumir dos lugares, dos bares, esquinas / E ninguém me encontrar / E se me virem sambando até de madrugada / E você for até lá / É que eu mando direitinho assim bem miudinho, / Sei que você vai gostar / Vou arrancar sua blusa e pôr no meu cabide só pra pendurar / Quero ver se você tem atitude e se vai me encarar / Chega de fazer fumaça, de contar vantagem / Quero ver chegar junto pra me juntar / Me fazer sentir mais viva / Me apertar o corpo e a alma / Me fazendo suar / Quero beijos sem tréguas / Quero sete mil léguas sem descansar / Quero ver se você tem atitude e se vai me encarar. / Quero ver se você tem atitude e se vai me encarar. / Quero ver se você tem atitude e se vai me encarar." ~~> Confesso: sou apaixonada por essa mulher, essa voz, esse poço de atitude! Aaaamooo de paixão as letras,... Pra dançar, pra rir, chorar,... Ana Carolina é perfeita! Essa voz super Amy Lee, do tipo que arrepia. Viajo fácil com as músicas dela. Cabide, pelo que eu sei, não é dela, mas QUEM LIGA! ~~> Peguei 'As Brumas de Avalon' pra ler (de novo!) nas férias. PERFEITOOOO! =D Comecei o primeiro já (peguei o 1º e o 2º pra garantir ;D) Se não leram ainda, leiam! Recomendadíssimo! ~~> Desculpem o tamanho PP do post. ~~> Beeijoos, Jaqueline <~~

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Passageira (eu e a vida)

..::.. "Sinto que a vida passa. E a tenho perdido por entre os dedos. Tento agarra-lá, mas a cada dia ela se esvaí. Tenho pressa. E tenho amarras que não me deixam correr. São receios bobos que na velhice me arrependerei por alimentá-los. Às vezes é preciso um tapa na cara para saber-se vivo. Mas não existem marcas visíveis do tapa que tomei. É a certeza de que o tapa foi só um aviso que me admoesta. É um grito permanente mandando retirar o lacre. Algo martela em meu ser: “Tire o brinquedo da caixinha sem medo de estragar com o uso. Use! A vida não é peça de museu.” A sístole e diástole são como o tic-tac da bomba-relógio que cronometra nosso tempo. Só não sabemos quanto tempo falta. Só a certeza de que vai explodir a qualquer momento." ..::.. Texto retirado de http://marcoantonyo.blogspot.com/ ..::.. ~~> Outro dia eu parei pra pensar como a vida passa. É estramente encantador o fato de não sermos capazes nem poderosos o suficiente pra controlar a passagem do tempo. ~~> A vida passa mais rápido e mais discretamente do que imaginamos. ~~> Que será que vale mais a pena? Planejar passo a passo nossa vida, nossos planos, nossos objetivos, pra não correr o risco de esquecer de alguma coisa ou deixar tudo acontecer e tentar aproveitar o hoje, já que a vida passa e não volta?! ~~> Sou adepta de um meio termo (o 44 de 8 e 80). Planejar, traçar planos, caminhos e objetivos, colocando meus sonhos num patamar elevado da minha vida, mas sem deixar que isso influencie-me, cegue-me. Procuro não deixar que meus planos me impeçam de improvisar. Não tenho medo de largar tudo e começar de novo, nem de, de repente, ser discriminada ou mal vista pelas minhas atitudes. Tento fazer cada passo valer a pena e cada obstáculo uma simples pedra no meio do caminho, com as quais construo, não paredes, mas pontes que me levem aonde eu quero chegar. A vida é curta, e eu prolixo. Quando ouvi essa frase pela primeira vez não entendi, mas depois vi o sentido que ela fazia... O importante é não deixar a vida passar, ou deixar se for isso que você realmente quer fazer, pra não chegar no fim da estrada, olhar pra trás e franzir a testa e estreitar os olhos pra ver o que ficou pra trás e, assustadoramente, não ver nada. ~~> Beeijos, Jaqueline.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Cinco coisas e Izak

~~> Cinco coisas que eu aprendi com o lápis ~~> 1° qualidade: Vc pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma Mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus, e Ele deve sempre conduzi-lo em direção à Sua vontade. ~~> 2° qualidade: De vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor. ~~> 3° qualidade: O lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça. ~~> 4° qualidade: O que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de vc ~~> 5° qualidade: O Lápis sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que vc fizer na vida, irá deixar traços... ~~> (Paulo Coelho) .::. ~~> Quatro milênios depois e a Jaque resolve dar as caras. Peço desculpas (de novo?) pela demora. Ahh que confusão que tá minha vida: semana de prova, bronca da coordenadora do jornal implorando as matérias (ela tb tá atrasada e a culpa não é minhaa!!), tensão pré capoeira, anciedade pelas férias e pelo teatro (O Médico À Força, de Mulliere), não que eu vá atuar (sou da produção, olha que chic!) mas fico nervosa pelo pessoal,... Esses dias não têm sido muito bons pra mim, mas to aqui, de pé... O importante é não se deixar abater... ;D Hoje eu to até feliz! Defino minha felicidade como vontade: de dançar, de gritar, correr, jogar capoeira, dar risada, abraçar, fazer as outras pessoas felizes. Isso é bom, né?! ~~> Esse post é uma dedicatória àquele que provou que merece a minha confiança, meu carinho e minha amizade. Uma pessoa pra quem eu conto tudo, sem reservas, sem limitações. O único garoto que sabe quando eu to com cólica... Que ouve meus dramas amorosos com a maior atenção, dedicação e lista de conselhos e me diz os elogios que eu preciso ouvir, afinal ele não conta mesmo hahahaha ou é o que ele pensa. Mas lááá o fundo ele sabe o quanto a opinião dele é importante pra mim. ~~> Quinta eu passei uma hora completa ao telefone com ele. Sexta, sentei com ele no ônibus. Segunda conversei com ele a manhã todam aproveitando que não estava tendo aula. ~~> As vezes começamos uns papos profundos de 'muitos tentaram entrar no meu coração, mas não passaram da varanda' e é incrível o quanto conseguimos ler a mente do outro. Mal eu abro a boca e ele já completa minha frase... Bom, há controvérsias. Nem sempre ele é tão rápido... Hhahahah!! ~~> Diz a lenda que toda garota precisa de um gay pra ter como melhor amigo: mentira! Não tenho amigo gay e nem ligo! O Izak faz o trabalho direitinho: ouve, fala, dá conselhos, ri, xinga, elogia, mima, critica,presenteia, fala mau, bem, fofoca, ve minhas fotos, comenta, me deixa milhões de scraps e depoimentos, me engorda com bala e chocolate. Me anima quando eu to triste e morre de vontade de matar o filho da puta (com o perdão do termo) que me deixou assim. ~~> É do tipo que se stressa fácil, como quando eu tirei mais nota que ele na prova de química, sendo que ele que passou cola, mas que sempre é forte, superior aos normais. Uma pessoa que não tá nem ligando pro que pensam ou falam dele, que sabe que as críticas só servem de propaganda, que só faz aumentar o ego. Um cara político mas que até hoje não consegue esconder que não gosta de alguém, fingir sentimentos que não existem, como indiferença. Um palmeirense incurável. Fã de sorvete do Laurini. Que sabe o quanto os cabreuvanos são mais sinpáticos e que conta no dedo as pessoas de quem realmente gosta. ~~> Quando eu to de TPM: lá está o Izak pra me fazer compan(h)ia e aturar meu mau humor. Quando eu to triste, ele tá lá pra me abraçar. Quando eu to feliz, ele dá risada comigo e não me conta seus problemas pra não correr o risco de estragar meu dia. Quando não quero prestar atenção na aula é com ele que converso. Quando eu quero, ele é que eu mando calar a boca e obrigo a estudar. Quando eu tenho um problema é ele que quase se mata pra me ajudar a resolver. É divertido, inteligente, sarcástico, companheiro, sincero até demais. ~~> Conte comigo coisaa! Pro que der e vier!! Acima de tudo² ;D ~~> Te amoo, viiu! ~~> Beeijoos, Jaqueline (a amnesiada e eternamente grata). ~~> P.S.: não, não desmereço meus outros amigos com esse texto. É que os depoimentos do orkut só suportam 1024 caracteres. É só um muito obrigado a álguem importante. Não um insulto aos que não foram citados aqui. Amo todos vocês. ;D

sábado, 29 de novembro de 2008

Um dos palestrantes do Evento Jornalismo 2.0, Fábio Steinberg, definiu o Jornalismo 2.0 da seguinte maneira: "Diferente do que o termo pode indicar, Jornalismo 2.0 não é simplesmente um novo release que incorpora aperfeiçoamentos ao que já existia. É um conceito revolucionário que coloca em xeque uma velha atividade. Como um divisor de águas, espécie de mar vermelho do jornalismo, em uma margem ficaram para trás os egípcios que represem a velha e previsível sociedade, e do outro os hebreus, que terão que construir do nada um novo mundo. O que vem pela frente, ninguém com um mínimo de sabedoria e consciência consegue responder. Apenas os tolos, falsos arautos da nova era, e que por isto sabem e tem certeza de tudo, têm a resposta pronta na ponta da língua." ((Fabio Steinberg é formado em Jornalismo e Administração e tem um currículo tão extenso que não me atrevo a colocá-lo aqui.)) ~~> Pensem numa criança em véspera de Natal. Ok, agora pensem na Jaque no DIA DE NATAL! Foi essa a sensação. Cheguei na porta da Casa do Barão às sete e dez, sendo que abria às oito e o evento começava às nove. Mas quem liga!? ;D Essa que vos escreve gosta de pensar que "a vida é feita de esperar e de fazer: esperar o que não der pra fazer e fazer o que não der pra esperar", então qual o problema de uma hora e cinquenta esperando?? Sai andando pelo centro, fui até o CEUNSP, dei a volta na praça, voltei, dei a votla no quarteirão, fui até a frente da igreja, fui até a praça, voltei, vi uma vitrini de roupas e calçados, fui até a praça, sentei, li Fernando Pessoa, fui até a Casa do Barão... E eram cinco pras oito, então. Fiquei lá, encostada na muretinha, prendendo o cabelo, quando olho pro lado e vejo dois seres. Olhei pro homem e pensei 'eu te conheço de algum lugar!'. A pergunta: de onde?! Resumindo essa parte da história: era o Diego, que palestrou no II Fórum Pela Vida, que teve aqui em Cabreúva. Foi muito legal encontrá-lo por lá, confesso que não esperava. Depois que entramos e que me sentei lá na primeira fila, conheci um senhor muito simpático, inteligentíssimo: Sr. Erasmo Figueira Chaves. Começamos a conversar e, papo vai, papo vem, comentei que era de Cabreúva e, surpreendentemente (pra mim, claro ¬¬ acho que todo mundo já sabia) ele mora aqui. Acho que foi aí que nos entendemos tanto. Conversamos sobre tantas coisas, a maioria sobre a cidade, o porquê d'ela não ir pra frente já que tem tudo pra evoluir, me contou histórias de suas inúmeras tentativas de trazer uma universidade pra cá, de fazer com que o prefeito implantasse projetos que valorizassem a cultura, a literatura, o conhecimento, que ensinassem os alunos a pensar e a trabalhar, capacitando-os pro mercado... Contei pra ele que escrevo pros jornais A Palavra da Piedade e Fala Cidade e, juntos, esclarecemos que, realmente, O Calendoscópio não passa d'um catálogo ridículo disfarçado de jornal, que nesse e nos outros o que falta mesmo é conteúdo, matéria. Coisas que pudessem substituir decentemente a coluna de fofocas. Concordo plenamente! Cabreúva tem muitos talentos. Muitas pessoas que escrevem muitíssimo bem e que têm tudo pra conseguir uma coluna num desses jornais, pra escrever sobre política, atualidades, cinema, literatura... O que fosse! Falta incentivo e interesse: foi a nossa conclusão. Da parte dos políticos e dos cidadãos. Eis que as pessoas foram chegando e nós lá, no maior papo. Paravam pra cumprimentá-lo e ele me apresentava. Foi engraçado... Conheci o presidente da ACADIL (Academia Ituana de Letras), Bernardo Campos, que brigou comigo porque eu o chamava de senhor e não de você, um homem muito simpático =) me lembrou desesperadamente o Luíz Roberto... Acho que por ser da ACADIL e ter cara de quem ama história. Também fui apresentada ao Sr. Mylton Ottoni, dono da Editora Ottoni, que publicou "...Que Entre Verdes Montanhas" do primo dele (eu fui no lançamento desse livro, em 2006, acho...), e o Sr. Erasmo lhe disse que ele que ia publicar meu livro (fico a perguntar, qual livro?), porque eu vou ser jornalista. Hhahaha... foi divino! As palestras foram muito boas, umas mais do que as outras, claaro! Sinceramente, uma chegou a me dar sono! Hhaahha! Mas tudo beem! Quem ligaa?! Foi servido um café da manhã da Fazenda do Chocolate 8D divinoo! =D ~~> Recebi o certificado, ganhei um crachá, um bloquinho, uma caneta, um marca páginas e um cotonete de Itu! hahaha O cotonete foi pra nós, jornalistas 2.0, lembrarmos de ouvir sempre. Ouvir pra aprender. ;D Depois dessa vou ouvir até o que não devo! hahaha... ~~> Beeijoos, Jaqueline. P.S.: O Sr. Erasmo pediu pr'eu mandar meus textoa pra ele, por e-mail. Vou dar uma selecionada e mandar, com certeza =D.

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Jornalismo 2.0 Full Banner (468x60px) ~~> Evento Jornalismo 2.0 é nessa sexta! ~~> Jornalistas, profissionais de comunicação, empresários, profissionais liberais e estudantes já se inscreveram para o evento inédito que vai agitar a próxima sexta-feira, 28, durante todo o dia, em Itu. O evento Jornalismo 2.0 ganhou destaque nas redes sociais e se espalhou pela web, ganhando proporções à altura da força que tem a mídia digital. Grandes nomes do jornalismo e da comunicação estarão presentes nos debates para pensar coletivamente questões que têm instigado o futuro da imprensa. Entre eles, Armênio Guedes (ex Gazeta Mercantil), Cadu Lemos (palestrante internacional e consultor de empresas de grande porte), Carlos Piazza (profissional de marketing e comunicação em grandes empresas), Fabio Steinberg (jornalista e consultor em comunicação empresarial), José Marcio Mendonça (jornalista e analista de política nacional do Podcast VoIT), Manoel Fernandes (publisher da revista BITES), Marcelo Coutinho (diretor-executivo do IBOPE Inteligência), Olga Sodré (doutora em filosofia e filha do historiador Nelson Werneck Sodré), Pollyana Ferrari (autora do livro Jornalismo Digital), Roberto Mayer (diretor presidente da MBI) e Rodrigo Azevedo (criador do Portal Comunique-se). O evento celebrará os 200 anos da imprensa no Brasil e discutirá o futuro do jornalismo no meio digital: o que podemos esperar para os próximos 2 anos? Qual será o novo mercado de trabalho? Qual o papel do consumidor com esse novo formato? Qual a relação do jornalismo 2.0 com a política e com o cidadão? Quais tabus devem cair por terra? O que é necessário desaprender? Como o relacionamento com a informação será alterado? Como a mídia social afetará ainda mais as transformações humanas? O formato do evento Jornalismo 2.0 privilegia a troca e o compartilhar de idéias, seguindo uma linha informal que estimula a discussão e aproximação entre as pessoas. Serão 5 Fórums com os temas: 200 anos da Imprensa no Brasil (pré-história aos dias de hoje); o Jornalismo 2.0 (conceito e cases); O Futuro da Informação; O Futuro da Comunicação e Mídia Social (Blogs, Orkut, Facebook, Ning, Twitter, etc.). Dentro desta proposta, será feita também a Carta de Itu, com os princípios do jornalismo 2.0. Jornalismo 2.0 Full Banner (468x60px) ~~>> Ooowwnnn! Que lindooo!! Sabem qual é a melhor partee?? EU VOOOU!!!! Meeu, to TÃO FELIZ!! Eu vi o cartaz hoje na escola, porque a gente mudou de sala com o primeiro B, eu nunca vou até o fim do corredor então não tinha visto. E olhei lá: 28/11/2008. Pensei "é amanhã, mas nem vai dar pra eu ir... provavelmente é a noite....=/" Enfim!... Cheguei na loja e entrei na internet pra ver... Era o dia inteiro, eu podia participar (mesmo sendo menor de idade), era 45,00 reais (e meu pai tava me devendo 35,00 reais \o/), só palestrante da hora, minha tia falo que pagava o busão, eu não ia perder nada faltando na escola (pq eu ia tirar I em física mesmo e fazer recuperação, afinal, que diferença faz?), ou seja... OS DEUSES CONSPIRAM A MEU FAVOR! AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA QUE FELICIDADEEE!!! Nme acreditooo!! =D Vou receber certificado e tudooo! 8D PERFEITOO! O Izak vai me emprestar a câmera, vou tirar muitas fotinhas pra colocar no blog/orkut... 8D ~~> O mais tudo de bom do mundo foi meu pai ter deixado. Ele disse que se ele não deixasse eu iria culpar ele pro resto da vida (e ia mesmo ¬¬). Ai deixou... to power feliz! =D ~~>> Depois conto tudo pra vocês! Sem mais, a surtante de ansiedade, Jaqueline. ;D

terça-feira, 25 de novembro de 2008

"Quando fazemos tudo para que nos amem e não conseguimos, resta-nos um último recurso: não fazer mais nada. Por isso, digo, quando não obtivermos o amor, o afeto ou a ternura que havíamos solicitado, melhor será desistirmos e procurar mais adiante os sentimentos que nos negaram. Não fazer esforços inúteis, pois o amor nasce, ou não, espontaneamente, mas nunca por força de imposição. Às vezes, é inútil esforçar-se demais, nada se consegue; outras vezes, nada damos e o amor se rende aos nossos pés. Os sentimentos são sempre uma surpresa. Nunca foram uma caridade mendigada, uma compaixão ou um favor concedido. Quase sempre amamos a quem nos ama mal, e desprezamos quem melhor nos quer. Assim, repito, quando tivermos feito tudo para conseguir um amor, e falhado, resta-nos um só caminho…o de mais nada fazer". (Autor desconhecido) ~~>> Será? Ainda acho que, às vezes, vale a pena sim correr atrás de um amor... Um dia você alcança ele, pega de jeito e não larga mais! ;D ~~> Se te pego não te largo, se te agarro não te deixo, ..., vou ai te dar um beijoo! ~~> Beeijoos, Jaqueline.
~~> Sobre o casamento: foi lindo =). Sobre a festa: foi um saco >=P! NO WORDS! ~~> "O psicopata light, que não faz picadinho de ninguém, tem as mesmas molas que movem o psicopata esquartejador. Ele parece muito sadio e simpático. Não é nervoso nem inseguro. Tem encanto e inteligência; sem afetividade ou culpa para atrapalhar, tem uma espantosa capacidade de manipulação dos outros pela mentira, sedução e, se precisar, pela chantagem.Questionado ou flagrado, o psicopata sempre se acha inocente ou "vítima" do mundo, do qual tem de se vingar. Ele, em geral, não delira. Suas ações mais absurdas e cruéis são justificadas como lógicas, naturais, já que o "outro" não existe. Não sente nem remorso nem vergonha do que faz (o que nos dá uma secreta inveja). Ele mente compulsivamente, muitas vezes acredita na própria mentira, para conseguir poder. Seu fraco "amor" aparece apenas como posse ou controle. Não olha para dentro de si, nem aprende com a experiência,simplesmente porque acha que não tem nada a aprender. (( trexo do texto "Flora, que amamos odiar" de Arnaldo Jabor - O Estado de São Paulo - 25/11/2008 )) ~~> A-d-o-r-e-e-e-i! =D Aaah esses psicopatas... Tão facilmente encontrados hoje em diaa! ;D ~~> Hoje eu estava lembrando de um homem, provavelmente ex vendedor, que vem sempre aqui na loja, conversar com o meu pai. Um senhor muito simpático e inteligente. Dono de um ótimo humor e humildade. Não me lembro o seu nome, nem estava contando com isso, uma vez que sou a pior pessoa do mundo pra guardar nomes. Enfim, na última vez que ele veio aqui, pegou um papel daqueles que a gente usa pra rascunho e uma caneta e veio do meu lado, sem maiores explicações. ele disse "faz um rabisco aqui pra mim". Eu fiz a maior e mais sincera cara de desintendida. Um rabisco?! Pra que? Que rabisco? Oo < foi essa cara que eu fiz. E ri. "Um rabisco?!" disse... " é, um rabisco" -me deu o papel e a caneta- "faz qualquer rabisco!". A Jaque (a Isa disse que eu tenho mania de falar de mim na 3ª pessoa, mas isso não é verdade. A Jaque é supernormal!) ainda meio perdida, desenhou uma estrelinha. Oooowwnn que meigoo! Tá, e daí?! ¬¬ Fiz o bendito rabisco! E agoraa?? Ai ele explicou que quando ele fez aula/curso de desenho, na faculdade (?) a prova deles era criar um desenho a partir de um rabisco feito pela professora. Assim, do nada. Usar a criatividade mesmo. Tornar algo sem noção numa imagem. Eis que ele pegou minha estrela-rabisco e desenhou outra do lado. "vamos ver o que eu vou fazer aquiii...", fez um ponto e um longo traço arqueado. Um rosto. Com os olhos de estrelas. Achei interessante e fiz outro rabisco, dessa vez mais abistrato que uma estrela, "mais difícil". Ele demorou um pouquinho mais (quem tava com pressa?!) e fez um outro rosto. Um rosto humano, ainda mais próximo do 'normal' Olhos, nariz, boca, sombrancelhas,... E eis que essa que vos escreve pôs-se a pensar: que significava isso?! Que tinha acrescentado na minha vida?? Foi o seguinte: a vida te dá um problema sem pé nem cabeça, que parece não ter solução, e cabe à você enfrentá-lo e transformá-lo em algo que faça sentido. Simples assim. É a vida, é bonita e é bonita! =) 8D ~~> Não é lindooo?! =D Morro de orgulho de mim, quando aprendo algo com coisas tão simples. Como achar uma pedra na rua e transformá-la em diamante. ~~> Eu sou movido pela capoeeeiraa! Eu sou movido pelo berimbau! <~~ Roda de capoeira dia 7/12, no Lucídio, às 10hs ;D ~~> Camping Cabreúva (até que se prove o contrário) dia 30/11 ~~> Beeijoos, Jaqueline.

sábado, 22 de novembro de 2008

Por favor, não me idealize / Assim você está fadado ao deslize / Verdade seja dita / Nada mais me irrita / Do que essa estupidez. / É melhor você ter certeza / Tô longe de ser a Madre Tereza / Não pise no meu calo / Ou viro bicho e falo o que não quer ouvir. / Admito, eu vivo maquiada / Minha vida é mesmo tão sofisticada / Saiba, esse glamour não dura o tempo inteiro /... / A princesa também sente, chora, sofre, sonha e ouve não (ouve não) / Eu prefiro a verdade a essa discutível perfeição. / A princesa também briga, encrenca, berra e fala palavrão / Me recuso a buscar essa discutível perfeição. / Já tá mais do que comprovado / Mentira um dia escorre pelo ralo / Taxada de mimada, / Rapunzel aprisionada / Eu nem vou ligar. / ... / Pense grande, o seu destino é bem maior / Tenha fé / Do que ficar caçando alguém pra pegar no pé. / refrão again / Preste atenção, tome cuidado / Boca fechada não entra mosquito, diz o ditado / Respeite meus longos anos de estrada / De boba é que eu não tenho nada, não, não, não, não / A princesa também sente, chora, sofre, sonha e ouve não, / Também mente, é inconseqüente, / Tem preguiça, / Perde a direção / Porque ninguém nesse mundo é cem por cento / Cheio de razão. / Me recuso a buscar essa / Discutível perfeição. ~~> Apesar de ser uma música meio... bobinha, a letra é a mais pura verdade! Afinal, será que não temos direito à umas loucuras, uns gritos, uns palavrões? Ahh, que vida injusta seria, não? Eu me dou o luxo e o prazer de abandonar meu lado princesa perfeita que, por um acaso, é mera encenação. Uma, literalmente, discutível perfeição.. ;D 8D ~~> Sem mais criatividade por hoje, Jaque, que está torcendo pra conseguir carona pra festa de casamento daquela que, até ontem, nem sabia que pertencia à família!

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Quem sou eu?

Jaqueline Defendi Rosa tem só dezesseis anos, mas as pessoas gostam de dizer que ela tem treze, não por ser mentalmente retardada, mas por ser a caçula da sala, já que se adiantou um ano na escola porque, como toda criança de seis anos, não queria esperar mais 365 dias até ter sete e, enfim, poder ir pra primeira série. É do signo de Escorpião, e gosta muito de comentar que é do primeiro dia (23 de outubro), que é o signo de uma pessoa que tem uma relação intensa com a vida, mas que age com sutileza, que não deixa que os outros percebam o que ela está pensando ou pretendendo, que não se curva a ninguém, é possessiva, mas tremendamente leal. Signo de alguém que não se guia pelas aparências. Enquanto muitas mulheres se satisfazem com o que é visível aos olhos, a escorpiana exige mais de si e das pessoas ao seu redor. Pensa que num relacionamento tem de haver cumplicidade, entrega, afeto, segurança e honestidade. Quando ama pra valer, a escorpiana não abre mão de um romance cheio de paixão, mas tem que ser assim dos dois lados. A Astrologia roga para que você não se engane com a docilidade da escorpiana: no fundo ela tem uma personalidade muito forte e sensível. Jaqueline às vezes diz que a Astrologia é sim muito sábia. E concorda com todas as citações anteriores e diz que batem exatamente com o que ela vê no espelho. Ela admite ser, e admite que esconde, tímida, embora quase ninguém acredite, certas situações a fazem, sim, ficar vermelha e sabe que é reservada demais quando se trata de sentimentos e de menos quando se trata de ações. É modesta (só concorda com os elogios que recebe quando eles vêm de um de seus melhores amigos, Izak, que vai se sentir quando ler isso!), prática, exigente e decidida (e se revolta com facilidade quando alguém está se matando pra resolver alguma coisa, a que ela já encontrou uma solução e, ainda sim, ignorando a sua ajuda). Jaqueline é uma adolescente, e como todas as garotas de dezesseis primaveras, é absolutamente apaixonada: pela vida, pela música, pela arte, pelos livros, literatura, capoeira (que pratica há pouco tempo, mas que vai praticar por muito mais), família (aquela na qual nascemos e na qual nos inserimos)... Garanto: é autêntica, brutalmente franca, honesta! E está criando o hábito (se não a mania!) de ser sincera com todas as pessoas, mesmo que, assim, acabe não sendo assim tão simpática. Ela é cheia de princípios ou, como gosta de escrever por aí, de idéias e de ideais! E acha que “não é justo, nem aconselhável, agir em desacordo com a própria consciência”, e – acreditem - não age mesmo! Está treinando bastante (mentalmente, na frente do espelho...) pra aprender a dizer não. Deus, que dificuldade! Aliás, falando no cara lá de coma, Jaque (como curte ser chamada pelos íntimos) não têm certeza alguma. Não sabe se existe ou não, se acredita ou não. Mas sabe que se ele existe não vai mandá-la pro inferno por não acreditar, por falar palavrão e muito menos por não comer legumes! Essa garota tem, não um, mas muitos ‘defeitos’: é ciumenta que só vendo, desconfiada, meio estressada,... Mas sempre com boas intenções! É hiperativa e fala muito: que sacrifício que é fazer essa menina sentar e fechar a boca... Quando começa a falar não pára mais! Nem sabe do que ta falando, mas fala, fala... Rápido, alto... E sem parar! Isso é bom, de certa forma, pois isso a torna uma pessoa sociável. Nunca vi uma pessoa com tal facilidade pra fazer amigos (ta, ok, já vi sim! Mas ela é boa!), de se inserir nos grupos, mesmo (e por que não principalmente) com pessoas mais velhas e sérias. Tem algum pecado inconfessionável (eu que inventei essa \o/)? Conte pra Jaque! Ela ouve, aconselha, (tem mania de psicóloga!) e, o melhor, não conta pra ninguém! Agende o seu horário pelo 0xx11... Brincadeira...! Aliás, ela tem um ótimo humor (que pode ficar mau em minutos), meio negro, meio sarcástico, irônico... Mas um bom humor! Mas... Minta pra ela e verás o que lhe acontecerá! Ler (como já citado acima) é uma das coisas pelas quais e apaixonada. É um hobby, uma profissão, uma escolha! Uma sugestão: não machuque o coração da Jaque! Você provavelmente está dentro dele! É, talvez, a maior qualidade e, ainda assim, o maior defeito dessa amnesiada de que disserto: ela se apega muito fácil às pessoas, não é preciso muito pra cair no seu conceito, mas se não cair de cara, esqueça. Essa menina tem um sexto sentido que vou te contar! Sobre as coisas gosta de cores: vermelho, azul, verde, amarelo, rosa, roxo, e do branco, a união de todas elas. E porque não do preto, ausência de luz? Gosta de flores. Gosta de ouvir: sons, músicas, batidas, dedos estralando, passos, risadas, vozes, teclado do computador, berimbau, pandeiro, sanfona, palmas,... Gosta de ver: pôr-do-sol, crianças, velhos, capas, sinopses, fotos, sorrisos... Gosta de sentir: chuva, grama nos pés, argila nas mãos, beijo no rosto, cócegas na barriga, abraço, cafuné,... Gosto de cheirar: o perfume das pessoas pra não esquecer nunca mais, o molho de tomate, o peixe, o tomilho, a salsa, a folha de louro, as roupas (elas cheiram saudade), amostras grátis de perfume masculino... Gosta de comer: chocolate, pão de mel, sorvete, paçoca, biscoito de polvilho e bolacha de leite, Passatempo, salgadinho de bacon ou cebola, bala Lua Cheia, Sete Belo e pirulito de Maça do Amor... Gosta de dançar, de inventar passos, quedas, chutes, saltos e piruetas... Gosta de cantar, mas não sabe e tem vergonha quando escutam. Gosta de silêncio. De ficar quieta, deitada na grama, olhando o céu à procura de desenho em nuvem, pensando na vida. Gosta de informação (é a última a saber de tudo!) mas às vezes prefere não saber de nada, não fazer nada, ficar em casa, vegetando. Ás vezes é do mundo, noutras de ninguém! É inconstante, incompreendida... Sonhadora. Aquela que um dia vai sair de casa, nem que seja pra morar num quarto-e-sala! Que quer sair pro mundo, a pé, de moto (quer comprar uma moto), ônibus! Que quer chegar no fim da vida e gostar do que viveu. Sem arrependimentos, sem traumas. ~~> Beeijos, a autora.
~~> Feriado do Dia da Consciência Negra ~~> "Preservar a memória é uma das formas de construir a história. É pela disputa dessa memória, dessa história, que nos últimos 32 anos se comemora no dia 20 de novembro, o "Dia Nacional da Consciência Negra". Nessa data, em 1695, foi assassinado Zumbi, um dos últimos líderes do Quilombo dos Palmares, que se transformou em um grande ícone da resistência negra ao escravismo e da luta pela liberdade. Para o historiador Flávio Gomes, do Departamento de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro: "os movimentos sociais escolheram essa data para mostrar o quanto o país está marcado por diferenças e discriminações raciais. Foi também uma luta pela visibilidade do problema. Isso não é pouca coisa, pois o tema do racismo sempre foi negado, dentro e fora do Brasil. Como se não existisse". ~~> É, a verdade é que ninguém (ou quase) admite seu racismo. ~~> Tenho orgulho quando dizem que eu tenho 'alma de preto', sim! Que coisa! Hhahaha ^^ ~~> 1001 Gatos > site incicado com muito bom gosto pelo meu maninho. Adorei. Muito bem escrito, digno das nossas visitas. ~~> Ahh gente, desculpem, mas to sem assunto e sem paciência. ~~> Beeeijoos, Jaqueline.

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

~~>> O diálogo corporal, a improvisação, a inteligência do corpo, a necessidade de agir, o equilíbrio, assim como as noções de espaço, tempo, ritmo, música, e compreensão da filosofia de jogo, são princípios fundamentais ensinados dentro da capoeira. <<~~ (não, pai, não é só pancadariaaa!) ~~>> Para o corpo, é perfeito! Os movimentos da capoeira mexem com todos os músculos, desdenvolvendo uma série de qualidades físicas. Se você entrar na roda, em pouco tempo vai sentir uma grande mudança : menos tensão, reflexos mais rápidos e ainda vai ganhar força. <<~~ Com um pouco de persistência, o seu fôlego vai ficar ôtimo, porque a pratica constante desenvolve o sistema cardiorespiratório. E o melhor: você trabalha os músculos abdominais, já que os músculos desta região são muito solicitados. ~~>> ~~>> Resistência : É preciso manter o pique durante toda a luta. Agilidade : Os movimentos mudam de direção e sentindo a toda hora. Flexibilidade : Na capoeira dominam os gestos amplos. Velocidade : Para surpreender o adversário sempre que possível. Equilíbrio : É preciso manter o dominio do corpo em algumas posições mais complicadas. Coordenação : É preciso responder aos golpes com os braços, tronco e pernas ao mesmo tempo. Ritmo : Os movimentos do corpo acompanham a música. ~~>> Mas não é só o corpo que leva vantagens. O lado emocional também ganha muito com a capoeira, principalmente porque ela ajuda a liberar a agressividade, ainda que o esporte não estimule a violência. Além disso, é um meio excepcional de desenvolver a criatividade e o auto-contrôle. ~~>> Você ganha também: Atenção : É preciso estar ligado o tempo todo nos movimentos da roda. Persistência : Os golpes só ficam perfeitos depois de muitas tentativas. Coragem : Aos poucos, desaparece o medo de fazer certos movimentos. Astúcia : Você cria situações inesperadas para o adversário. ~~>> Curiosidades: Calorias gastas por hora - aproximadamente 500. Exercicios que ajudam - musculação e alongamento, para melhorar a flexibilidade. Quem não pode praticar - pessoas com problemas de coluna só devem praticar com autorização e acompanhamento médico. ~~>> CAA... RAMBA! Ve se pode... lá estava eu, não muito coordenada, mas com muita vontade de treina, fui entrar na negativa, fiz errado, e tomei um chute da Bisnaguinha (Isa) na mão esquerda. Eis que ela ta inchada, doendo pakas... Amanha tenho aula às sete, Deus, e PRECISO DA MINHA MÃO! Hoje de manhã ouvi comentários maldosos do meu genitor a respeito do seu desgosto por eu fazer capoeira (como se eu não soubesse!). Claro que, como patinho feio da familia (ovelha negra também servee!), nem dei ouvidos a ele... Esqueci depois de dois minutos ¬¬' esqueci não: desconsiderei! Esquecer a gente nunca esquece... ~~>> Não sei se já comentei mas não volto pra Aparecida do Norte tão cedo (não nos próximos 45 anos, com certeza!): calor, fome, sono, preguiça, nada pra fazer,... e por aí vai!! =P ~~> Férias chegando (se não é hoje, nem amanhã,, tá longe!) maaass, frustrantemente, elas chegam. Cedo ou tarde (a gente VAI se encontrar, tenho certezaa, numa BEM ME-LHOR!). E francamente... 2009, terceiro ano... Vestibular, ENEM, faculdade... OO. Ah, acho que eu esqueci d ecomentar que não sei mais se vou fazer jornalismo: simplesmente desanimei. Mas ainda é a minha primeira opção, apesar de perdida. Aí vai uma frase, pra encerrar direito esse post e pra pensar... ~~>> "Se você se sentir como um verme, cave. Se você se sentir como um pássaro, voe." (Henry Miller)
“Eu choro, sabe? Eu choro porque a dor não me deixa respirar e mesmo assim eu respiro fundo e solto o ar em oito tempos, como nos exercícios da aula de canto (...)Choro porque sou impotente, porque tudo posso. Eu choro quase sempre, quase o tempo todo, porque o humano que há em mim se atira do parapeito e não tem volta, mas eu volto todas as vezes, todos os dias” ~~> do blog sobre culinária para mulheres tristes citado no post anterior. ~~> Choro, porque me mata ver as coisas acontecer sem que eu possa intervir. Me destrói a impotência, a submissão. Chorei na noite de sexta feira, lá pelas dez horas, de sono, raiva, frustração, arrependimento e insegurança. Chorei também de saudade, mas isso é segredo. ~~> Já dizia Sr. Lenine: "A gente espera do mundo e o mundo espera de nós um pouco mais de paciência..." ~~> Eis que eu sei e não escondo de ninguém: paciência eu não tenho! Porque se eu quero e sei que quero, eu quero e pronto e quero agora! =D ~~> Muito admiro a maneira como Lenine, nosso artista de hoje (se é que vocês notaram), descreve a vida em sua música Do It (faça isso?!): simples, descomplicada. Bom, para os com cara de interrogação, aí vai a letra: "Tá cansada, senta / Se acredita, tenta / Se tá frio, esquenta / Se tá fora, entra / Se pediu, agüenta / Se pediu, agüenta... / Se sujou, cai fora / Se dá pé, namora / Tá doendo, chora / Tá caindo, escora / Não tá bom, melhora / Não tá bom, melhora... / Se aperta, grite / Se tá chato, agite / Se não tem, credite / Se foi falta, apite / Se não é, imite... / Se é do mato, amanse / Trabalhou, descanse / Se tem festa, dance / Se tá longe, alcance / Use sua chance / Use sua chance... / Se tá puto, quebre / Ta feliz, requebre / Se venceu, celebre / Se tá velho, alquebre / Corra atrás da lebre / Corra atrás da lebre... / Se perdeu, procure / Se é seu, segure / Se tá mal, se cure / Se é verdade, jure / Quer saber, apure / Quer saber, apure... / Se sobrou, congele / Se não vai, cancele / Se é inocente, apele / Escravo, se rebele / Nunca se atropele... / Se escreveu, remeta / Engrossou, se meta / E quer dever, prometa / Prá moldar, derreta / Não se submeta / Não se submeta..." ~~> Não complique a vida se não ela vai complicar você. ~~> NO WORDS! O Baile Do Hawaii foi perfeito e deplorável ao mesmo tempo... tem como?!? Tava linda siim... ;D mas sei láá... acho q muuuitaa coisa podia ser diferente, sabee... sei láá. ~~> Beeijoos, da louca e sonolenta, amnesiada Jaqueline.

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

.::. Só o desejo inquieto, que não passa, faz o encanto da coisa desejada...E terminamos desdenhando a caça pela doida aventura da caçada. [Mario Quintana; Espelho Mágico, 1945] .::.::. "Porque é verdade. Mas não penses que te censuro. Se queres transformarte-te num homem de letras, e quem sabe um dia escrever Histórias, deves também mentir, e inventar histórias, senão tua História ficará monótona. Mas terás que fazê-lo com moderação. O mundo condena os mentirosos que só sabem mentir, até mesmo sobre coisas mínimas, e premia os poetas que mentem apenas sobre coisas grandiosas." (Umberto Eco, in 4ª capa de Baudolino.) .::. Tais trechos foram extraídos do meu mais novo acesso: http://tratadoculinario.blogspot.com/ um blog realmente simples e profundo, que une culinária a sentimentos de mulheres tristes. .::. Recomendo com todas as letras e aplausos ;D .::. Não sei se vocês já tiveram a oportunidade de, depois de crescidos (não que EU seja grande...), se sentirem anciosos como crianças na véspera de Natal. Aquela expectativa, com as coisas mais bobas, desde as bolas na árvore, e as luzes piscando até o peru e os presentes. Pois é, sei que é exagero e tenho plena consciencia da situação ridícula que passo ao admitir isso, mas é exatamente assim que estou me sentindo. Uma leve brisa de liberdade batendo no meu rosto e fazendo minha franja sair um pouco do lugar... .::. É tão gostoso, sabe, essa sensação... É empolgante! ^^ ~~.::.~~ Ontem na capoeira o Fabrício (vulgo Palmito) disse que quem vai se dar bem pra cantar na capoeira sou eu, com esse meu vozeirão. uhauhsuas Ri tanto da piada... ^^ ~~> Então va pra pqp quem se incomodar, porque eu acabo de voltar no assunto do momento: o balie ~~>Detalhes, ok? (claro, Jaque, o blog é seu!!) Roupa: um short branco levemente provocante e curto só o suficiente pra ser um short e não uma bermuda (NÃO é uma calcinha, Izaak! ¬¬), é bem decente, até! A blusa é uma bata rosa, com flores cinzas, azuis e verdes, bem feliz... BEM baile do Hawai! (Ateh agora eu não faço a mínima idéia de onde eu vou usar essa blusa, além do baile... MÃS...) Um tamanco plataforma branco, com detalhes em glitter verde do lado do salto ;D, cabelo preso em trança do lado direito, com a flor na ponta e franja solta... Brinco da paula SE ela lembrar (ela VAI LEMBRAR) de argola, make perfeita... Enfim, to pouco me lixando pra minha falta de modéstia, eu vou estar INVEJÁVEL, LINDA, simplesmente DETESTÁVEL! hahahahaha s2 ~~>uahsuahsuhas... Ahh, como esse fim de semana vai ser perfeitoo s2... Amanhã não entro na internet... Vou fazer as unhas ;DD ~~> Beijoos, da ligada no 220, Jaqueline.