sexta-feira, 28 de maio de 2010

Ponto, pula linha, travessão

Mercúrio em touro mobiliza acordos e negociações comerciais. As amizades passam por uma fase privilegiada e muitos convites serão feitos. Oportunidade de novos conhecimentos, viagens e novos amores.  (que booom kkkk).

"Ando devagar porque já tive pressa, levo esse sorriso porque já chorei demais. Hoje me sinto mais forte, mais feliz quem sabe, só levo a certeza de que muito pouco eu sei. Eu nada sei. Conhecer as manhas e as manhãs, o sabor das massas e das maçãs... É preciso amor pra poder pulsar, é preciso paz pra poder sorrir, é preciso a chuva para florir. Penso que cumprir a vida seja simplesmente compreender a marcha e ir tocando em frente, como um velho boiadeiro levando a boiada, eu vou tocando os dias pela longa estrada eu vou. Estrada eu sou. Todo mundo ama um dia, todo mundo chora. Um dia a gente chega e no outro vai embora. Cada um de nós compõe a sua história, cada ser em si carrega o dom de ser capaz de ser feliz."

(Almir Sater e Renato Teixeira - Tocando em frente)

*
Talvez ninguém aí tenha reparado, mas maio (o mês das mães, das noivas, número cinco e, segundo meu horóscopo, decisivo no âmbito amoroso rs) está prestes a dizer adeus. Parece que foi ontem que lhe dei as boas vindas!
Eu cá, co' a minha mania insaciável de avaliação, de entender, se saber, de lembrar, acho que maio, apesar dos tropeços teve um saldo positivo. Sim, é verdade!

Apesar de toda hipocondria, de todo o medo, de toda a tristeza e dúvida, vivi coisas que desejei muito, durante muito tempo. Novas propostas, novos desafios, novas ideias, novos sentidos e sentimentos. E, engraçado, nem tudo fez sentido, mas tudo foi importante, sim.

Se querem saber, maio de 2010 tem história pra contar! Poucos foram os meses tão agitados - para o bem ou para o mal - por aqui. Lembram-se que 2010 demorou pra engrenar, que janeiro e fevereiro foram um bocado decepcionantes e tudo mais... (nem me lembre da Praia Grande, pelo amor de Deeus!)? Pois é, agora sinto o ano começar de verdade. Em todos os quesitos da vida, há algo acontecendo. Apesar de que várias coisas diferentes tentam acontecer ao mesmo tempo no mesmo quesito. Aí complica, né?

Em maio, senti minha amizade mais forte com o pessoal da faculdade, a Ana, o Gui, o Gustavo, o Rogério, Parmera, sempre ausente haha, Ricardo querido e futuro namorado, haha, Adla, Jefferson e Neto, inclusive, Leandro; o Hernanes e a Aninha, intrusos de PP e Moda... Só o Eduardo que andou sumido, abandonou a gente!
Fiquei feliz com essa hipertrofia. Já são como os amigos de infância, os primos, os irmãos mais velhos, sei lá. E pensar que há três meses eu morria de medo de não fazer amigos na faculdade...!

Profissionalmente, nada ainda. Só loja, loja, loja.
Paciência.

A faculdade, em si, também me apaixona, apesar do desgaste físico de dormir tarde e acordar cedo. Mas nunca estive tão certa de uma escolha na minha vida inteira. E abro um sorriso de orelha a orelha ao lembrar que ser jornalista me passou pela cabeça, pela primeira vez, na sexta série, em 2004.

Sentimentalmente... Bom, várias coisas tem tentado acontecer ao mesmo tempo no mesmo quesito. Difícil é saber qual dessas coisas terá maior sucesso.

"Ponto, pula linha, travessão".


Pessoalmente, vou tocando em frente.

Nem sempre feliz, mas sim, sempre com aquela coisinha verde dentro do coração, a tal da esperança, que me fala o dia inteiro que tudo vai ser melhor, sim. E eu acredito nela.

Junho, apesar das PO2, e da distância - férias - das pessoas que eu já amo tanto, há de ser ainda melhor.

Beeijos, Jaqueline.

2 comentários:

Natali disse...

Difícil alguém concretizar aquilo que em alguns anos já pensava, parabéns pela sua conquista!
As provas chegando, e logo as férias, as saudades sempre ficam no nosso pensamento.
Que aquela coisinha verde dentro do coração permaneça sempre, haha.
Claro, que a oportunidade de novo amor seja em sua vida muito em breve ;)
Um abraço, Natali.

celso disse...

Marcando presença!