quinta-feira, 5 de junho de 2014

Um poema pra adoçar a manhã


"Se você realmente quer amar,
no outro dia,
não pode dizer:
“Não quero me envolver.”
Não tente esconder,
a parte mais profunda
e intensa de você.
Você precisa crescer.
Pegue o carro
e vá até ela.
Sem “mas”,
vá atrás.
Se você
realmente quer amar,
chame pra sair.
Sem ser um desafio.
Um encontro de verdade.
Com vontade.
Você dá um sorriso,
e ela retribui com um amasso.
Se você realmente quer amar,
não implore pra voltar.
Não transforme relacionamento,
em sofrimento.
Faça as pazes com o passado.
Siga em frente, junte os pedaços.
Depois, respire fundo,
e irá aparecer um futuro,
que nunca imaginou.
Não coloque culpa.
Peça desculpa.
Construa uma estrada,
até a pessoa amada.
Não pode desistir.
Você precisa acreditar,
decidir, apontar uma direção
e ir.
Divida os conflitos,
Some os sentidos.
E o resultado,
infinito.
Se você realmente quer amar,
não pode ter indecisão.
Ou você escuta o coração,
ou vai embora com a razão.
Não a peça para mudar.
Ela fica linda de all star,
cabelo preso
e aquele sorriso no rosto.
Saiba que um dia,
você pode cair e se machucar.
Esteja disposto a viver.
E uma vez ou outra, perder.
Não tente prendê-la
dentro de você.
Se você realmente quer amar,
saiba que é bom demais,
ter o amanhã
e sorrir.
Se você realmente quer amar,
não tenha medo de saltar.
Crie coragem,
e volte a sonhar..."

(Ique)

2 comentários:

Olhar Maligno disse...

Apaixonada por esse poema. Incrível!

Olhar Maligno disse...
Este comentário foi removido pelo autor.