terça-feira, 17 de setembro de 2013

preguiça...

Aquela musica ouvida e cantarolada mais de um milhão de vezes, que eu tanto tentei escrever e mandar... E que agora me da até raiva. Alias, raiva não: é preguiça. Cansaço de tanto esforço, tanta preocupação, tanta ansiedade antecipada pra... Nada. Porque no fim das contas, que diferença faz? Sempre tem aquele ideal de perfeição inalcansavel, aquela eterna pulga atrás da orelha de que nunca seremos tão bons assim. É um saco né. Que preguiça... nossa, que preguiça. Nao da mais nem animo de discutir. De explicar. É só esperar a novela acabar pra ir jantar. Esperar a hora do remédio pra ir dormir.  Esperar o despertador tocar pra acordar tomar remédio de novo. E por ai vai. E esse desanimo, essa preguiça, não acaba. Igual esse ano. Eterno. Igual agosto que nem sei aindase já acabou.

Jaqueline.

2 comentários:

Anônimo disse...

preguiçosa...

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.