segunda-feira, 15 de maio de 2017

mil pedidos pra você e um pra mim

A cada ano, fica mais difícil de escrever nessas datas especiais. Acontece que já são muitos anos, muitos aniversários, de cada um e de namoro e agora até mesmo de noivado, muitos natais e páscoas e dias dos namorados e outras datas mil, em que falamos muitas coisas um ao outro. Coisas que sentimos, que desejamos, que sonhamos viver juntos... 

E quando eu penso em você ou mim, é inevitável não pensar em nós. No plural que formamos juntos. Nessa nova família que começamos...

E aí, as palavras ficam pequenas demais. Porque não importa se os momentos têm sido bons ou ruins, o que importa é que quando a gente olha pra eles e olha pras possibilidades, não se imagina distante um do outro. A gente não consegue mais pensar no singular... Nossos planos estão tão misturados, nossas histórias tão cruzadas, nossos destinos tão unidos, que quando a gente olha pra gente, enxerga o outro também. E o outro passa a fazer parte das nossas dores e das nossas curas, dos nossos medos e da nossa coragem, do nosso refúgio e da nossa fuga, do nosso sorriso e das nossas lágrimas. Das nossas conquistas e das coisas que deixamos pra lá. Faz parte dos nossos planos e das nossas lembranças. Das nossas surpresas, festas, comemorações. 

Temos um ao outro na nossa torcida. Na nossa arquibancada, na nossa plateia, atualizando as páginas de resultado de concursos. Rezando um pelo outro, correndo na mesma direção. Matando as baratas, levando comida na cama, acordando com beijinho no cangote, colocando pasta de dente na nossa escova, perguntando se a tevê está alta, se o outro está com sede, o que vamos fazer no fim de semana. Temos um ao outro pegando leve no perfume em dia de rinite atacada e abusando do chocolate em dia de tpm. Eu como a cereja do seu bolo e você come a azeitona da minha pizza. 

Então, o que falar que ainda não foi dito? O que te dizer que você ainda não saiba?

Só me resta repetir: que você cresça e brilhe cada dia mais e que eu possa estar sempre ao seu lado, contribuindo com o seu crescimento e com a sua felicidade. Que Deus te abençoe com muita saúde, sorte, sucesso, simpatia, sintonia, euforia, empatia, coragem, sorrisos, felicidade, amor e alegria, esperança e determinação! Que Deus te dê paciência, força, jogo de cintura! 

E que pra mim, Deus dê a benção de estar sempre ao seu lado por pelo menos mais setenta aniversários! 

Te amo! <3 p="">

Um comentário:

Celso Rodrigues Duarte disse...

Que lindo, amor. E muito verdade também rss. Realmente, a cada plano, decisão, batalhas, vitórias e derrotas, não conseguimos mais apenas planejar e fazer as coisas sem pensar um no outro, sem estarmos um nos planos do outro, difícil ficar sem se falar muitas horas, sem contar ou perguntar nada, e se não tiver nada para contar ou perguntar, mandamos só um coraçãozinho mesmo, para o outro saber que estamos pensando e com sdd do outro. Depois de tanto tempo de namoro, continuamos com a sensação de casalzinho novo, segurando na mão enquanto almoçamos e, espero, do fundo do coração, que esse sentimento e sensação de casalzinho recém namorando permaneça sempre em nossas vidas. Temos sempre muito a aprender um com o outro e com a vida, vamos amadurecendo e espero que como o vinho, sempre melhorando. Somos melhores hoje do que ontem, do que um ano atrás, do que 3 anos ou 7. Com certeza! Obrigado pelas lindas palavras, todo o amor e carinho que demonstra por mim, e o que mais quero que vc tenha de mim em troca, a alegria desse amor intenso, puro e verdadeiro, amor real, cheio de dificuldades e obstáculos, todos vencidos e superados para continuarmos em nosso amor verdadeiro. Beijos amor, fica com Deus e que tenha em sua vida tudo aquilo de bom que traz a minha. Te amo muito, minha princesa! <3 ;) =*